domingo, 20 de março de 2011

Sinceridade


Sei que vivo reclamando e me lamentando por aqui. E por isso já levei alguns puxões de orelha, mais pacientes ou não, mas merecidos. Sei também que dou bastante murro em ponta de faca, que não tenho força de vontade. Eu mesma me encho o saco e enjôo de mim mesma. Imagine quem lê isso aqui! Sim, tenho vergonha de vir desabafar meus fracassos, de dizer que não segui as dicas de vcs, de nem ter o que dizer quando me mandam uma palavra boa. Tudo isso para falar que eu tenho consciência dos meus defeitos, mas sinceramente estou tendo muita dificuldade para contorná-los.

Alimentação: tenho a impressão de que não esta tão ruim assim, mas está!!! Senão, eu não estaria engordando cada vez mais e mais. Desde, mais ou menos, outubro, engordei uns 5 quilos. É demais! Já cheguei aos 70 quilos. Meu Deus, como está sendo dificil emagrecer! Confio em mim? Sim, mas pouco, para achar que as coisas vão ser fáceis. Vou parar para pensar de verdade - ja disse isso antes - sobre as mudanças que posso realizar. Não quero abrir mão do que realmente gosto - como capuccino, sobremesas, pratos mais gourmet de vez em quando.

O grande problema ATUAL é que eu estou comendo fora todos os dias e não consigo resistir à variedade! Sempre deixo a restrição para depois. As opções de restaurante perto do meu trabalho são escassas: próximos mesmo há 3 restaurantes - não estou contando as lanchonetes. Desses 3 restaurantes, dois são churrascarias e um self-service muito do mais ou menos. Não faço nenhuma questão de comer carne de churrasco todos os dias, me enjoa.

As alternativas, além desses, são estabelecimentos mais distantes, para os quais eu teria de pegar o carro para almoçar. Isso, sinceramente, meio que me mata, porque inconveniente: muito sol e calor, procurar vaga para estacionar, perder a vaga perto do trabalho. Além disso, às vezes eu pego carona com um colega e, portanto, não tenho como usar carro na hora do almoço.

Para "coroar", comendo fora todos os dias tem me feito gastar muito, MUITO, um valor significativo ao longo do tempo.

Pensei em fazer o seguinte: comprar marmitex e comer na copa la do trabalho. Os problemas: eu teria de levar prato, garfo e faca de CASA, numa bolsa, porque não dá para contar que haverá lá. Ninguém merece, né?

Em segundo lugar, eu gosto de usar meu horário de almoço para otimizar meu tempo - leia-se para estudar. Não quero ficar estudando lá na copa do trabalho! Isso porque o povo lá da cozinha me veria estudando - e sendo futriqueiros que são - ficqriqm me indagando o porquê de eu estudar, etc, etc. Tenho certeza de que não é bom ficar falando para um monte de gente que estou estudando para concurso. Não ajuda em nada. E também tenho tempo de ficar estudando porque, das seções de lá, apenas o meu chefe permite que se faça uma hora de almoço. Em regra, seriam apenas 30 minutos. E isso pode dar alguma conversa, sabem? A não ser que eu me vire de alguma forma e vá estudar ao ar livre, numa pracinha ali por perto. Mereço ou não mereço???

Até tenho mais o que falar, o que pensar, mas vou parando por aqui por hoje. Por hora, vou fazer o seguinte: evitar líquidos durante as refeições, tomar mais água (meu negócio esta sendo apenas café). Acho que, para mim, o ideal é me impor metas semanais, com alguma tolerância, porque com muita pressão, eu não cumpro 100% mesmo.

Obrigada por sempre estarem por aqui, mesmo eu andando em círculos. Beijos, boa semana!

14 comentários:

♥ κєκєl ♥ disse...

Ah, vou começar puxando a minha orelha primeiro viu? Também estou numa situação parecida...RA meio que funciona durante a semana e final de semana cai no buraco,mas nem por isso vou me desanimar por completo.
Minha amiga, a caminhada é dificil e dolorosa, mas isso não quer dizer que vc é a única culpada se os obstáculos não estão sendo superados. Por favor, não desanime. Respire fundo, dê um tempo e depois volte ao equilíbrio. Vc pode, vc consegue.
E que estas palavras sirvam para mim tb. E vamos acreditar na nossa força.
Muita paz nesta semana para vc.
Beijos

Aline disse...

Estamos convidando você a participar do Desafio de Inverno que terá início dia 28 de Março
e termino dia 21 de Junho. As inscrições já estão abertas. Ficariamos muito felizes com sua
participação!!
O desafio também conta com um grupo no msn ( group1329603@groupsim.com) para que as participantes possam ajudar umas as outras
e se conhecerem melhor!! contamos com sua presença!

Equipe, Desafio das Estações.

=D

pi disse...

Como sempre, estou na torcida!

Emagrecer é até fácil - para mim, foi até demais! -, mas manter a rotina de saúde quando se tem hábitos ruins é muito complicado. Por isso, se manter magra é duro! Mas não deixe os percalços te abalarem. Não há nada de errado em ser gordinha, mas ser magra é muito bom!!

Tetê - Sem Neuras disse...

Blueberry, querida! Após dias a fio sem PC estou de volta! Não vou poder "puxar sua orelha" pois estou com as duas mãos ocupadas puxando as minhas! Cumprir metas é mesmo muito chato e quem aguenta levar tudo à ferro e fogo? Até os mais perfeitos escorregam. O importante é não perder de vista o propósito de ter um corpo saudável! Eu, sempre que me imponho pressão para emagrecer, engordo! Vai devagar e sempre! Bjks Tetê

Rândyna Paula disse...

Olá. Eu pesava 53 kg com 1,60m e era muuuuuito feliz. Em 2 meses fui para 63 kg, estou muito depressiva, adorava ser magra. Estou na mesma situação que todas aqui, acho... E decidi procurar pessoas que vivem o mesmo drama pra desabafar, compartilhar ideias, sei lá, meu e-mail é randynapaula@hotmail.com.
A endocrinologista não quis receitar inibidor, acabou receitando sertralina para a minha ansiedade. Alguém aqui já tomou?
Abraços e sejamos firmes.

Dáfni disse...

Miss Blueberry,

Me permite tentar ajudar com alguns conselhos e sugestões? Bom, primeiro que eu acho que a tal da solução da marmita é boa. Não tem como deixar prato, garfo e faca na mesa do trabalho? Aí vc não precisa carregar todo dia.

Segundo, vc almoça, e depois vai dar uma volta na pracinha perto daí pra estudar. Assim evita os fuchiqueiros e consegue conciliar as duas coisas. Não acho que comer e ler ao mesmo tempo seja bom, porque vc pode comer muito rápido, o que ajuda a engordar. Quando for comer, coma bem devagar, mastigando e prestando a atenção no que está fazendo. Assim seu estômago não corre o risco de encher muito.

São apenas sugestões! Tomara que alguma seja útil!

Beijos

Tally disse...

Olá, que saudades :) Meu post foi sobre isso também, sobre essa sensação q vc falou de estar "andando em círculos". O que acontece conosco que sabemos o que precisamos fazer e não fazemos?
Já cheguei a fechar um blog pq senti que as pessoas estavam enjoando de ouvir os meus lamentos, e começaram a postar comentários que me machucaram bastante, sobre eu reclamar mto e tal. Eles realmente não foram nada merecidos e hoje, olhando para trás, penso que se temos um blog é para colocarmos as coisas para fora, compartilharmos com quem entende como a gente se sente, e como diz a máxima "não gostou, fecha!" Então, não se acanhe =D Pode desabafar à vontade.
Eu tbm já localizei onde falho mas não consigo evitar, por vezes. Isso é mto negativo mas acho q o 1º passo é parar de arranjar desculpas.
Aqui vão mais alguns puxões de orelha. Não sei como vc vai encara-los, mas quero q saiba q eu faço isso pq não quero q vc volte aqui falando d novo q ganhou + 5 kg. Quero q vc volte comemorando quilos a menos.
Se vc quer perder peso, enjoa de comer churrasco todos os dias, e é inviável ir comer em outro lugar, eis aí a combinação perfeita, não é? Vc se vê obrigada a comer a mesma coisa sempre, como não é o q vc quer fazer acaba comendo menos, o q quer dizer perder peso. Que carro que nada, coma sempre nessas churrascarias até enjoar. Enjoe mesmo, até chegar ao ponto de não querer comer. E não coma. Oras X)
As alternativas estão aí, e embora nenhuma delas seja perfeitamente cômoda e sem incovenientes, todas elas servem ao propósito de vc emagrecer. Comer sempre na churrascaria, ou no restaurante mais ou menos mas q justamente por ser mais ou menos não estimula o apetite, ou ir comer mais longe e ter paciência com pqnas coisinhas como sol e estacionamento (por Deus, estamos no outono), levar marmitex e comer na copa da empresa, ou fazer isso e comer fora. Qual o problema de carregar talheres??? Dos 15 funcionários que trabalham comigo no período da manhã na Saraiva, 13 fazem isso. Vc não deve satisfação aos colegas do q está fazendo. Ou simplesmente arranje outro horário ou lugar para estudar, como a pracinha q vc já tem de opção. Enfim, não dá para ser tudo 100% como a gente quer, mas as alternativas estão aí, com pequenos percalços mas estão. Tudo depende da sua vontade de contorná-los.
Ou, simplesmente, não almoce. Vc nao só emagrece como também economiza.
Substituir o café por água não diminui quase nada o nº d calorias q vc está ingerindo. Eu sei q não faz bem para a digestão, mas bebo líquidos durante as refeições e isso faz com q eu me sinta saciada mais rápido - a água ajuda na sensação de saciedade e eu como menos. Vc precisa planejar menos e executar mais. Não é fácil, mas são os seus sonhos, a sua saúde, o seu projeto de vida... vamos lá, ânimo \o/
Espero q vc leve esse comentário numa boa e em breve esteja melhor. Desculpa se eu tiver sido muito dura
beijos =******

Kátia disse...

Eu achei um verdadeiro achado, muito bom este site: Emagrecerdevez.com as informações são úteis e verdadeiras sem mágica, e o mais importante: Tudo grátis! De uma olhada não custa nada.

Kátia disse...

Me desculpe pela falta de informações, mas o site é realmente bom, lá tem um desafio de perder peso em 3 meses super interessante, e o que eu mais gostei que o Rodrigo, dono do site está fazendo um brilhante projeto pra ajudar as pessoas a emagrecer com as melhores intensões, lá ele fala que 95% das dietas restritivas não funcionam, um verdadeiro serviço de utilidade pública!
Um beijão.

Em boca fechada não entra...? Comida! disse...

Oi flor, sou nova por aqui. Td bom?

Viu aqui é seu lugar, os outros gostando ou não, vc deve desabafar sim. Qtas vezes eu fracassei? muitas!!! Em 6 anos e nada mudou, só piorou e nem por isso desisto.

Levante a cabeça e força que uma hora vc se encontra. Super beijo

♥ κєκєl ♥ disse...

Tem mais selinhos para vc no endereço:

http://quemmoradentrodemim.blogspot.com/2011/03/selinhosuhuuuu.html

Beijos

Beth disse...

Cada qual com a sua dificuldade, que varia conforme o momento da vida de cada um. Comer fora, para mim, é o de menos, pois o que determina se vou fazer as coisas certas ou tortas é a minha concentração, é o meu comprometimento e não a variedade a mais ou a menos. Mas eu sei, aprendi acompanhando todo mundo e observando, que para cada pessoa é de um jeito. Há quem, realmente, sinta-se muito acuado diante de uma diversidade muito grande de pratos. Há que se educar até nisso. Entender que todos os dias, no restaurante, haverá variedade. Portanto, o que não comer hoje, provará amanhã ou depois, ou um outro dia qualquer. A cada dia, comerá uma determinada composição, adequada, mas com sabor, colorido no prato etc. O negócio é ter isso firme na mente e vontade forte de cumprir. O que, eu sei, nem sempre é simples assim. Acho que levar de casa pode ser uma boa, deixar um ki de talher na sua gaveta do trabalho resolverá a questão. Mas, se você tem o problema do horário, aí realmente o bicho pega. Eu acho que você está muito a fim de chegar a uma forma de se beneficiar, no geral. E há de ter a luz. Um dia, comerá fora com controle. No outro, levará de casa e, ao estudar, não precisará dar satisfação. Responda, se alguém souber o que está lendo, que você é uma pessoa que gosta de estar informada, que acha muito feio quem é acomodado e não procura se instruir cada vez mais. E no mais, que fiquem pensando o que quiserem.
Quanto a metas, acho que devem ser factíveis. Com excesso de pressão, ninguém produz legal mesmo.
Beijos querida, tenha uma semana bem bacana.

Giovana disse...

Estou de reiniciando meu processo de emagrecimento e conto com o apoio das amigas da blogosfera light.
Quando puder, dê uma passadinha pelo meu blog: www.operacaoboazuda.zip.net.

Abraços....

Bruxa do 203 disse...

Gostei da ideia de aproveitar o almoço para estudar. Vou começar a levar algumas anotações.

No meu trabalho as coisas também são bem complicadas. Teria tudo para serem simples, mas não são.