domingo, 24 de julho de 2011

Decepcionadíssima

Olá, amigas, tudo bem? Por aqui, tudo quase bem.

Nesta semana que se encerra, eu me esforcei para ir bem na alimentação e comer menos. Tomei a quitosana antes das refeições. Prestei atenção no que estava pondo no prato. Alguns dias comi pouco no jantar. Até senti pouca fome em outros.

Fui me pesar na sexta de manhã e qual foi o resultado: engordei 700 gramas... !!! =/// Fiquei muito decepcionada...

Olha, sinceramente, eu não consegui acreditar. Engordar quase um quilo em uma semana é DEMAIS. Eu aceitaria se tivesse me alimentando de forma irresponsável, mas não estou/estava... E, antes que alguém levante a hipótese, eu não tenho, nem nunca tive problemas de retenção de líquido...

Cheguei a considerar a possibilidade de ter hipotireoidismo... Ontem, estava num salão de beleza e li uma reportagem sobre, que veio bem a calhar... E, não, também não tenho os sintomas decorrentes do distúrbio.

Enfim, na sexta e ontem, no sábado, não digo que abusei de comer, mas fiquei BEM chateada e não me preocupei muito, não..

Bom, agora decidi fazer o seguinte: arrumar minha esteira (que está com o mostrador de tempo e calorias quebrado) e fazer meia hora três vezes por semana; pensar numa DIETA, dessas de revista, e fazer por, pelo menos, uma semana, para dar uma animada geral e sair deste peso exagerado em que estou.

Olha, 73 kg, para mim, não são brincadeira. Estou me sentindo - e estou mesmo - gordíssima, com as roupas apertadas, etc.

É isso por hoje, amigas.

Uma boa semana!

---
PS: outro dia, no restaurante onde almoço, antes de começar a comer, avaliei o que havia posto no prato. Carboidratos demais, demais. Vou cortar isso também.

PS2: Amy Winehouse, rest in peace. Que dó :(...

segunda-feira, 18 de julho de 2011

A conclusão

Olá, amigas, tudo bem? Por aqui, tudo... ok.

Lembram-se da briga que eu relatei no post passado? Pois, então, confesso que, à noite, não consegui dormir direito por causa daquilo. Dormi muito pouco, muito mal, tive pesadelos. No dia seguinte, pensei muito sobre isso e consegui chegar a uma CONCLUSÃO: eu não me arrependo do que eu falei; eu me arrependo é de ter me rebaixado a tanto. Entendem? Não acho que estava errada, mas também não me fez/faz bem brigar. Eu me sinto mal e isso não vale a pena, por ninguém.

Por ora, estou botando meu burro na sombra, esperando a poeira abaixar e ficando na minha, porque a pessoa com quem eu briguei é capaz de querer se vingar, me prejudicar... Então, vou dar um tempo e bolar uma eventual defesa. Que "legal" viver como se estivesse em guerra, né?

A questão toda se deu entre mim mais duas pessoas. Agora, esses dois estão se sentindo "os" amigos. Eu até já peguei os dois falando mal de mim enquanto eu estava no banheiro. E isso porque um deles fazia uma difamação horrorosa do outro. Mas deixa estar: o que não se vê agora, Deus vai mostrar. Isso que eu pensei hoje à tarde.

Tenho até vontade de dar uma conversada com a mulher com quem eu briguei para amenizar o clima, explicar minhas justificativas. Mas meu namorado acha que eu já disse tudo o que tinha que falar, e ele tem sua razão. Vou deixar para lá, por enquanto, por autopreservação - como disse -, se e quando achar que tenho que esclarecer algo, eu o farei.

---
Comecei a tomar a quitosana. Senti alguma diferença quanto a reduzir o apetite. A quitosana é mais para quem ingere muita gordura, o que não é meu caso. Sou mais do tipo que adora carboidratos e doces. Se hoje eu fosse procurar algum remédio natural para ajudar na dieta, não seria a quitosana. Mas agora vou até o final com a caixa que eu comprei para medir os resultados.

---
Eu acho que fiz as coisas de forma mais regrada na semana passada - ou, pelo menos, foi essa a impressão que eu tive. Mesmo assim, eu engordei 100g, segundo me pesei na sexta. Isso me desanimou... Na hora do almoço, eu até escolhi comer rodízio, mas sem grandes abusos...

Continuo mais consciente, não chutei o pau da barraca. Vamos ver o que eu tenho que mudar ainda, além do óbvio.

Tentei não beber líquidos durante as refeições, mas é um sacrifício grande para mim. Acho que não vale a pena. Para amenizar, estou escolhendo sempre Coca zero com limão e gelo. Mais sabor e menos calorias.

---
Minhas pernas estão GRITANDO por exercícios. Mas tenho preguiça de fazer #patético, eu sei. Vou dar um jeito nisso também.

---
É isso, amigas.

Um beijo e boa semana!

terça-feira, 12 de julho de 2011

A encrenqueira?


Hoje, tive uma discussão no meu trabalho, de novo. Não estou errada, mas poderia ter falado com mais jeito para a coisa não piorar. E também deveria ter sido mais clara em um ponto...

Bom, mas a questão é que me sinto melhor do que quando ainda não tinha falado nada sobre o assunto.

Lição: falar com mais jeito na próxima, sem deixar de falar.

Eu me sinto bastante mal depois de uma briga. Mas não tolero pessoas inconvenientes. Vocês não têm noção do quanto procuro ser educada com as pessoas! Mas não suporto gente folgada, que acha que têm muita moral para dar lição de moral nos outros. Francamente, sou do tipo com que as pessoas só brigam uma vez, porque ficam com medo de brigar uma segunda. Eu realmente falo o que o outro merece ouvir. Eu não mando ninguém mexer comigo. Bateu, levou, e uma bem dolorida.

E sabem o melhor disso tudo? Em geral, é quem briga comigo que acaba vindo se reaproximar, pedir desculpas, querer voltar a amizade, o relacionamento... Quem estava errado, então, né? Vou esperar dessa vez também, para ver se a estratégia dá certo, hehehe.

Enfim, mas o que é de cada um tá guardado. Aqui se faz, aqui se paga: uma das grandes verdades da vida.

A questão agora é não deixar isso me remoer. Porque eu também sou do tipo que pensa na resposta depois da briga, sabem? Hahahaha, só rindo.

@tiposdebiscat: "Biscat que só consegue pensar em insultos inteligentes depois que a briga acaba. E recomeça a discussão só pra poder usá-los."

Hahaha, sou eu? Quase.

---
Comprei a quitosana hoje e começo a tomar amanhã. Também marquei umas sessões de massagem redutora, que estavam pagas há tempos. Vamos que vamos!

---
Beijos!

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Quase me arrastando - ou "que a semana passe rápido!"

Olá, amigas, tudo bem? Por aqui, vamos indo.

Sabem, a semana mal começou e já estou cansada. Ninguém dormiu bem aqui em casa na última noite. Hoje eu senti como se estivesse me arrastando. Meu Deus, mais quatro dias até o final de semana... Estou ficando cansada, sabem? Eu acordo todos os dias com vontade de não ir trabalhar, simplesmente por causa do cansaço.

Quanto ao emagrecimento: está muito, muito ruim. Estou chegando quase aos 73 kg! É demais! É quase o quanto de mais gorda que já estive - 75 kg -, mas isso há 12, 13 anos... Bem, cheguei à conclusão de que começarei a tomar remédio para emagrecer. Porém, vou começar pela quitosana, um remédio "natural" que promete diminuir o apetite, mas não precisa de ir ao médico para pegar receita. Já comprarei amanhã (terça).

Sinceramente, já não sei mais o que fazer!

Eu queria ter começado academia nas férias, mas dei um milhão de desculpas para não ir: está frio; a partir do dia 10, eu vou; vou viajar tal dia, então vai "quebrar"o mês, a semana; depois do dia 10, não compensa pagar o mês inteiro para só ir 15 dias; eu não gosto de ficar suando; tô cansada do trabalho... Resumindo: não vou porque, no fundo, não quero.

Eu me sinto bem quando estou me exercitando, mas até pôr a roupa e começar efetivamente, é um parto. Já cheguei ao cúmulo do fiasco de chegar do trabalho, pôr roupa de ginástica, mas PEGAR NO SONO antes de sair. Ou seja: eu dormi com roupa de academia. E acordei para ficar na internet...

Então, por ora, farei o seguinte: tomarei a quitosana - como havia dito - e rezarei duas vezes por dia para me ajudar a emagrecer. Quem não acreditar nisso, provavelmente vai pensar que eu sou fanática, hehehe. Mas não. Já fiz esse tipo de coisa para outros propósitos na minha vida e deu muito certo. E PENSAR - para "variar" - em alguma proposta viável para eu fazer um pouco de exercícios, de caminhada, esteira, algo assim.

Sabem, outro dia eu cheguei à seguinte conclusão: eu aprendi a gostar de cuidar da pele, dos cabelos, das unhas. Mas a cuidar do corpo, não.

Vou cortar os cabelos no sábado e fazer uma sessão de podologia para dar uma animada...

É isso! Um beijo e boa semana!