domingo, 26 de agosto de 2012

Tentando caminhar - em todos os sentidos

Boa noite, meninas, como estão? Poxa, já faz uma semana que escrevi o último post! Nem parece! finalmente, uma semana que passou rápido neste mês arrastado e cansativo que é agosto. Setembro é tão cansativo quanto, mas tem UMA vantagem: o feriado, hehehe.

As novidades dessa semana são:

1 - Consegui pegar firme para fazer caminhada. Só que apenas por um dia, infelizmente. Eu até planejei caminhar na sexta, cheguei a me trocar e tudo, mas acabei pegado no sono e nem fui. O "pegar firme" se refere ao fato de eu ter me sentido bem, hehehe, não como cumprindo uma penitência. Enfim, decidi baixar a minha meta para este mês, mas me comprometendo a ir mais duas vezes nesta semana que se inicia.


2 - A alimentação deu uma boa melhorada em comparação com a semana passada. Mas ainda teve seu pontos fracos. Ex: não tomei café da manhã em vários dias e comia umas bolachinhas no trabalho, mas exagerava no almoço depois. Refletindo sobre o meu diário de alimentação, vejo que comi muita coisa gorduroso, principalmente quando saí para comer fora.

3 - O trabalho está ok. Tive dois contratempos, mas consegui dar a volta por cima, hehehe.


4 - Tive também um estresse com uma amiga agora há pouco. Ou talvez tenha sido com uma "amiga", sabem? Vamos ver no que essa história vai dar. 

É isso, amigas, boa semana a todas!

domingo, 19 de agosto de 2012

TPM, bom dia

Olá, meninas, tudo bem? Por aqui, sim.

Bom, para variar, acho que o meu karma é não ter grandes períodos de paz no trabalho, só alguns dias e olhe lá. Lembram-se de que eu tenho falado que mudanças radicais seriam feitas no meu setor? Então, pois é, essas mudanças chegaram e estamos em fase de transição! Até aí, tudo bem, porque eu não tenho nada a  perder, não estou nem aí, acho que essas mudanças serão mais positivas do que negativas.

O problema é que eu ouvi boatos de que serei chamada para tapar um buraco de um setor que está com o serviço atrasado, antes de mudarmos definitivamente. Não sou chata e fresca para ajudar em nada, mas não é justo a essas alturas eu assumir - sozinha, de graça e anonimamente - uma carga pesada de trabalho que não é da minha responsabilidade. Assim, vou ter de usar de todo o meu jogo-de-cintura para contornar a situação, entendem? Espero que a minha chefe venha falar comigo amanhã e eu já poderei mostrar meu ponto de vista e encerrar isso de vez.

---
De uns meses para cá, eu estou sofrendo com TPM, problema que eu não tinha há anos! Parei de ter quando comecei a tomar anticoncepcional. Mas, ultimamente, nos dias anteriores à menstruação, eu fico cansada e MORTA de vontade de abusar na comida, especialmente nos doces. Nível hard, sabem? 

Então, nessa última semana, eu abusei na comida, repetia um pouco na hora do almoço, cheguei a comer 1/3 de lata de Prestígio Moça Fiesta, fui numa churrascaria rodízio e etc. 

Também impulsionou o desânimo com a dieta o fato de eu não ter visto nenhum resultado concreto na balança na última pesagem oficial. Porque você fica com aquele sentimento: "já que não está dando resultado, por que eu vou continuar fazendo?".

De todo modo, não deixei de anotar o que eu como. Amanhã, vou retomar as coisas como elas, no mínimo, devem ser.

---
Não caminhei e, sim, me envergonho.

Beijos para vocês e boa semana.



terça-feira, 14 de agosto de 2012

Panorama

Olá, meninas, tudo bem? Espero que sim. Por aqui, tudo (quase) ótimo \o/.

Em relação ao meu trabalho, as coisas melhoraram quase 100%, felizmente. Em primeiro lugar, resolvi definitivamente a última pendência que tinha para resolver daquele problema dos últimos posts. E o melhor: tive a certeza de que fiz uma boa escolha em não ter mudado de setor de trabalho, de ter ficado onde eu estou. Estou aliviada e satisfeita. Isso é excelente.

E as coisas com a tal "mulher bacana", de quem eu também falei nos últimos posts, melhoraram, graças a Deus! Voltei a puxar papo com ela, para entrosar mesmo, e a coisa fluiu, tanto da minha parte, quanto da dela. Como é importante termos um relacionamento ao menos cordial com quem trabalhamos cara a cara, não é mesmo? 

Daqui para frente, haverá mudanças na estrutura do meu setor, isso é certo. Agora é torcer e ficar esperta para que tudo resulte no melhor possível.

---
Quanto à dieta, vejam o que aconteceu: eu tenho anotado TUDO o que eu como. Senti, na semana passada, que havia feito uma evolução em termos de quantidade e qualidade. No entanto, isso não se refletiu na balança :/. Emagreci 200g - leia-se, não emagreci nada.

Isso me desanimou muito! Não parei de anotar o que como, não me matei de comer, mas fiquei meio sem pique para fazer algo para emagrecer. E, sim, acabei aumentando a quantidade do que tô comendo - sem me esbaldar.

Também está (muito) difícil para eu retomar o ritmo de fazer caminhada. Tenho até vergonha de dizer isso, mas só usei duas vezes a minha esteira nova. Eu cheguei, por duas vezes, até a me trocar para caminhar na pista perto de casa, depois do trabalho, mas aí fiquei na internet, me deu sono e eu não fui.

Eu fico com aquele sentimento assim: eu posso me matar de correr hoje, mas vou demorar muito para ver resultado. Então, isso me desanima, apesar de saber que as coisas não são assim, que não se veem resultados de uma hora para outra... Mas é esse pensamento que tem dominado minha mente e, por consequência, meus atos.

Amanhã, eu irei para a casa do meu namorado e combinamos de ir a uma pista perto da casa dele, eu vou caminhar e ele vai correr... Ainda não desisti da minha meta de 30 km/mês. Neste, eu só fiz 3 km...

Nisso tudo, eu não tô me sentindo bem com o meu corpo... Tô me sentindo flácida, meio acabada, sabem? Já estive pior, mas acho que estou numa das piores fases.

Ah, outra coisa: resolvi colocar como meta 62 kg, não 58 kg. Em primeiro lugar, porque sempre foi muito difícil sair da casa dos 60, hehehe. Em segundo lugar, porque fico bem com, no mínimo, os 62 kg. Em terceiro lugar, porque estou precisando é modelar o corpo, mais até do que emagrecer.

---
Quem tiver Twitter, me siga, para conversarmos: @missblueberry. Tô entrando bastante.

---
É isso, um beijo!



terça-feira, 7 de agosto de 2012

Força...

Oi, meninas. Tudo bem?

Bom, por aqui, como estamos: razoável. 

Gente, as coisas que falam sobre a minha chefe, o que ela já fez lá, são impressionantes. Não vou dizer que acredito 100% em tudo do jeito que relatam, mas é evidente que existe um fundo de verdade. Não é simplesmente uma paranoia coletiva. 

Conversei com a minha mãe agora sobre tudo o que aconteceu no meu trabalho e ela falou algo óbvio, mas que eu precisava ouvir: já que eu fiz todo aquele rolo de quase sair do setor em que eu estou no meu trabalho, agora eu tenho que assumir. Pois é, óbvio. 

Eu ainda tenho que resolver uma última pendência a respeito desse assunto ¬¬. Depois quero esquecer e espero e vou rezar para que venha o melhor.

--- 
Estou, muito aos poucos, retomando a caminhada. Precisa, né, gente? Eu realmente sinto que devo me movimentar mais. 

A anotação da alimentação está firme e forte. Eu fico tirando foto do prato do almoço pelo celular, no restaurante, antes de começar a comer. Quem vê e ouve o click da câmera, deve pensar: "olha a louca", hehehe.

Ando lendo bastantes dicas sobre alimentação, muitos blogs... Como isso ajuda a gente, né?

---
É isso, amigas, um beijo!




quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Azar de nascença ou eu que procuro?

Oi, amigas, tudo bem? Para variar, por aqui as coisas andam tensas por causa de trabalho...

Bom, deixa eu contar o porquê sem entrar muito nos pormenores: tem uma mulher que trabalha comigo que sempre foi bacana, boa pessoa, me ajudou... Tanto que ela até me indicou para um juiz para trabalhar com ele, me elogiou. O problema é que eu desisti de ir trabalhar com esse juiz, por motivos particularíssimos, mas que ninguém compreendeu. Mas essa mulher, inicialmente bacana, começou a pensar - acho! - que foi porque a minha atual chefe - que ela detesta -, ou me fez alguma promessa de algo melhor, ou me manipulou. Mas não foi nada disso.

E agora eu sinto que essa mulher bacana perdeu a confiança em mim e isso tem deixado o clima tenso. E sabe quando você começa a ver essas coisas meio que veladamente, sem nada explícito? Mas também não sei se tô ficando paranoica. Já cheguei a perguntar para ela se havia alguma coisa, algum problema rolando, após ela meio que se ofender por um comentário bobo que eu fiz que não tinha nada a ver com ela. Ela falou que não, então não vou perguntar mais.

E, para ajudar, tem algumas mudanças previstas no meu trabalho. Quando alguém sabe de alguma novidade, não fica falando para os outros, no máximo passa através de cochichos, essas coisas... E eu tô ficando para trás porque eu tenho vergonha de perguntar essas coisas abertamente. Essa mulher bacana sempre fica sabendo dessas coisas, mas não me fala mais... Eu tô me sentindo isolada, sabem? Embora eu deteste fofoca e buchichos, isso no meu trabalho é regra. E eu tenho que ficar fazendo lobby com todo mundo para não ficar para trás. Mas nem isso eu tô com espírito para fazer.

O resto do povo são daqueles que você não sabe se confia ou não... Tipo, tem que ter olhos nas costas...

É isso.